333bet e confiável -A primeira reunião ministerial do G20 sob a presidência brasileira começa na próxima quarta-feira (2

Brasil lidera pri333bet e confiável -meiro encontro sobre agenda ambie

A primeira reunião ministerial do G20 sob a presidência brasileira começa na próxima quarta-feira (21) com chancelleres dos países na Marina da Glória,333bet e confiável - no Rio de Janeiro. O encontro acontece até quinta-feira (22) e marca as atividades antes da Cúpula que reunirá chefes de Estado e de governo em novembro, também no Rio de Janeiro.

Continua após publicidade

Dentre os confirmados estão o secretário de Estado dos Estados Unidos Antony Blinken, que fará visita, em Brasília, ao presidente Lula antes de seguir para a reunião no Rio de Janeiro, e o chanceler russo, Sergei Lavrov. Além de ministros das Relações Exteriores e representantes dos 19 países que compõem o G20 mais da União Africana e da União Europeia, estarão presentes autoridades dos países convidados da presidência brasileira e representantes das doze organizações internacionais convidadas.

Cerca de 350 profissionais de imprensa, dos quatro cantos do mundo, estão credenciados para a cobertura jornalística do encontro. Veículos de TV, rádio, portais de internet, jornais impressos, podcasts e redes sociais de países como Rússia, Japão, Alemanha, Itália, Portugal, Espanha, China, Inglaterra, Estados Unidos e Emirados Árabes estarão no evento.

No primeiro dia, na quarta (21), a reunião acontece entre 14h e 18h30. Na quinta (22), os debates ocorrem entre 8h e 13h. Os encontros são fechados, mas os chancelleres de cada país decidem se concedem entrevistas à imprensa durante a programação.

Será oferecido um jantar aos chancelleres ao final do primeiro dia de reunião e encontros bilaterais ou multilaterais entre países acontecerão ao longo de todo evento, em local reservado na Marina da Glória para este fim, tanto para construção de consensos sobre temas pertinentes ao G20 quanto para a celebração de acordos em diferentes setores.

Na sexta-feira (23), encerrada a reunião de chancelleres, inicia-se na capital fluminense, no Palácio da Cidade, o evento “Os Países do G20 e a Diplomacia dos Biocombustíveis”, organizado pela Universidade de Columbia em parceria com o Climate Hub, Columbia Global Center Rio e Prefeitura do Rio de Janeiro.

Dentre os confirmados estão os embaixadores da Indonésia e Índia, países que exerceram as duas últimas presidências do G20, o secretário de Clima, Energia e Meio Ambiente do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador André Corrêa do Lago, sherpas de países do G20 e especialistas no tema. O seminário busca refletir sobre como os países do G20 podem colaborar para acelerar a transição energética.

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Mariana Pitasse


Relacionadas

  • Inteligência Artificial e Geopolítica do G20: o Brasil e a incorporação do Mercosul

  • Brasil recebe presidência do G20 e propõe força-tarefa contra fome

  • No G20, Lula cobra recursos de países ricos contra aquecimento global

  • Participação de Lula na cúpula do G20 começa com lançamento de aliança pelos biocombustíveis

Outras notícias

  • Carnaval 2022: Prefeitura do RJ e escolas de samba assinam contrato para desfiles em fevereiro

  • Mulheres fazem roda de conversa no RS sobre jornada de luta para o 8 de Março

  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.sitemap